Tendências de decoração para 2013

Posted by on Fev 7, 2013 in Arquitetura, Luxo | 0 comments

As tendências de decoração para 2013 trazem novas cores, formatos e texturas. A moda agora são as formas desconstruídas, reeditar modelos do passado e reinventar.

As tendências de decoração vão abalar o mundo do design e do décor afetando desde os materiais e acabamentos dos móveis à cor das paredes. Das ondas recentes nas artes às plantas que vão pegar nos jardins.

Abaixo, listamos cinco tendências de decoração para você investir sem medo.

Perda de definição

Em 2013, os adornos clássicos vão dar lugar a formas desconstruídas. Traços retos e ângulos agudos, simétricos ou não, estão dominando as novas criações – destaque para a decomposição das linhas do mobiliário convencional, a fim de recriá-lo dentro de novos moldes facetados, lembrando uma dobradura. Essa estética une estranheza e racionalidade e acompanha um movimento artístico que explora a “perda de definição” dos objetos. Vale ressaltar as criações de Mathew Plummer Fernandez para a série digital Natives (foto), em que recria objetos convencionais por meio da edição de suas faces.

 

Verde real e gráfico

Nos jardins, a vez será dos cactos e de outras plantas desérticas, como agave, dracena dracco e suculentas. São plantas práticas, exóticas e estão sempre bonitas. As cerejeiras também estarão na moda dos jardins. Símbolo de felicidade, a árvore floresce uma vez por ano, deixando os galhos nus no inverno para desabrocharem em flor na estação seguinte.

O verde estará em alta não só nos jardins, mas também dentro de casa. Com forte apelo gráfico, as folhas vegetais são relidas e surgem em tapetes, papéis de parede, tecidos e outras superfícies.

Romance no ar

Tempos difíceis, de crise mundial, pedem doses de escapismo. Por isso, 2013 se inicia sob o signo do romantismo, e, para expressá-lo no décor, os tecidos surgem apinhados de flores em motivos diminutos, tons femininos e ricos bordados – como nos linhos mistos da coleção mademoiselle Celestine (foto), da Braquenié, pertencente ao grupo Pierre Frey. A marca volta o olhar para os tecidos-documentos do século 18, na França, e os reedita sob a inspiração de mulheres de outros tempos.

Microarmazenagem

Seja para expor objetos que merecem destaque ou para deixar à mão os itens do dia a dia – celular, chaves, carteira –, pequenos módulos de parede se mostram uma opção e tanto. Além de versáteis, já que são capazes de se adequar a espaços diminutos, as microestantes e os microarmários podem ser combinados entre si de forma a compor paredes gráficas, capazes de enriquecer o décor.

Feito à mão e reciclado

Sustentabilidade é a palavra do momento. A poltrona de Domingos Tótora, apresentada na 4ª Bienal Brasileira de Design, em Belo Horizonte, resume a essência – e uma urgência – do design brasileiro e mundial. “Colecionador” de sobras de papelão em supermercados, o designer propôs uma peça inspirada nos movimentos e formas orgânicas da natureza, compostas por hastes delgadas moldadas uma a uma com massa de papelão reciclado.

 

Veja mais dicas de decoração no Casa Vogue.

Read More

Tendências para arquitetura e decoração de hotéis de luxo

Posted by on Mar 1, 2012 in Hotelaria | 0 comments

A frase abaixo é de Gabriela Otto, professora da Roberto Miranda e Director of Hotel Development da Worldhotels para América Latina e Sócia-Proprietária da GO Consultoria, especializada em planejamento estratégico, capacitação, posicionamento de marca, desenvolvimento de líderes e mercado de luxo, e reflete o que deve-se pensar para o mercado de hotéis de luxo.

Em seu artigo publicado no site Hôtelier News, Gabriela escreve sobre A nova era da arquitetura e decoração de hotéis. Alguns apontamentos valiosos de seu texto:

Vamos encarar a realidade: não há mais espaço para decoração entediante em hotéis.”

Use e abuse da arquitetura e da decoração para encantar e envolver seus hóspedes. É para isso que ela serve. Os viajantes querem lembrar de produtos únicos, criativos.”

“Lembre-se da importância da primeira impressão.”

“Ambientes cada vez mais sensoriais estão sendo trabalhados como suporte à imagem e à percepção da marca.”

“A criatividade superou a ostentação. O luxo e o requinte excessivos deram espaço à funcionalidade e ao bom gosto.”

Por fim, Gabriela mostra as 3 grandes tendências mundiais como novos caminhos estéticos para a decoração, de acordo com o escritório britânico WGSN: Hyper Cultura, Eco-Hedonismo e Neutralidade Radical.

Vele o clique, acesse o artigo completo aqui.

Acompanhe Gabriela Otto também através de seu blog.

Read More