Classificação de Hotéis no Rio de Janeiro

Posted by on Nov 22, 2012 in Hotelaria | 1 comment

Classificação de hotéis vale até as Olimpíadas

Os hotéis classificados pelo Sistema Brasileiro de Classificação dos Meios de Hospedagem (SBClass) na capital fluminense terão a chancela mantida até o final de 2016.

O acordo foi estabelecido pelo Ministério do Turismo com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) para que os meios de hospedagem que aderirem ao SBClass este ano não tenham que renová-lo próximo aos Jogos Olímpicos de 2016. O prazo normal para renovação da classificação é de três anos. No site de classificação de hotéis do Ministério do Turismo você pode entender melhor como funciona esse sistema.

A previsão é que pelo menos 117 empreendimentos cariocas passem pelo processo de classificação até 2016 – devido ao compromisso firmado com o Comitê Olímpico Internacional (COI).

Os primeiros 21 estabelecimentos classificados pelo SBClass receberam a placa em agosto de 2012. As famosas estrelas agora são uma marca exclusiva do governo federal, que elaborou os critérios em parceria com o Inmetro, baseado em normas internacionais de qualificação de hospedagens. Neste post, falamos da adesão do Ministério do Turismo ao sistema classificação de hotéis por estrela e das primeiras certificações.

O novo sistema divide meios de hospedagem em sete categorias: resort, hotel, hotel-fazenda, cama & café, hotel histórico, pousada e flat/apart. A adesão é voluntária, mas aqueles que não se classificarem não poderão usar as estrelas como símbolos de qualidade do empreendimento.

Read More

Hotéis em São Paulo saem da estagnação

Posted by on Out 25, 2012 in Hotelaria, Turismo e Eventos | 0 comments

Hotéis em São Paulo terão crescimento de 10%, de acordo com Sindicato da Habitação de São Paulo

As construções de hotéis na cidade de São Paulo estavam estagnadas há dez anos. Mas essa situação chega ao fim com as 3,5 mil novas acomodações que estão sendo planejadas para os próximos anos, segundo previsão do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP).

O número representa 10% dos cerca de 120 hotéis de grande porte que operam hoje na metrópole. Atualmente, existem 42 mil quartos em São Paulo. A expectativa é que sejam acrescidos entre 2.500 e 3.500 novos quartos.

A estagnação foi ocasionada pela crise de superoferta no fim dos anos 1990, com a construção desenfreada de flats e hotéis em São Paulo. Essa explosão deu-se pela estabilização econômica resultante do Plano Real. Como a demanda não acompanhou a oferta, o setor acabou entrando em crise.

O período de maior baixa ocorreu em 2003, quando a taxa média de ocupação dos quartos chegou a 26% – a média anterior à crise, que é considerada o teto para uma cidade de turismo de negócios, é de cerca de 70%.

A tendência é que a nova onda de lançamentos deixe os eixos tradicionais de hotelaria – como o centro, a região da Avenida Paulista e a rota Faria Lima-Berrini – para áreas onde o preço ainda é mais em conta, como Barra Funda ou zona norte. O terreno mais barato ajuda a garantir a rentabilidade.

A nova moda são os hotéis construídos ao lado de shoppings e torres residenciais e comerciais. São os chamados complexos multiuso. Um exemplo que será recordista na área de construção como o maior empreendimento de São Paulo é o Parque da Cidade, que será lançado pela Odebrecht Realizações Imobiliárias no Brooklin, zona sul. Está prevista a construção de cinco torres corporativas, um prédio comercial e dois residenciais, shopping e hotel, além de espaço de lazer com restaurantes, bares, ciclovia e pista de cooper em um espaço de 595 mil metros quadrados. A previsão é de que fique pronto em dez anos.

Informações mais detalhadas você encontra no site da Bolsa Valores.

Read More

Construção de hotéis dispara no Brasil

Posted by on Out 18, 2012 in Arquitetura, Hotelaria | 0 comments

Construção de hotéis – Brasil ocupa quarto lugar na lista dos países que mais constroem

 

A Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 elevaram o número e o investimento nas construções civis no Brasil. E o setor de hotelaria não ficou de fora. O Brasil está em quarto lugar na lista de países que mais constroem hotéis em todo o mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia.

O país representa mais de 40% do mercado de novos hotéis na América Latina. São 259 empreendimento no pipeline, contra 331 no resto do continente latino.

Apenas na América do Sul, o Brasil alavanca quase 70% do crescimento do número de construção de hotéis e unidades habitacionais. Entre os países vizinhos, a Argentina lidera com 49 projetos, representando 5.617 quartos.

Na América Central, Caribe e México estão sendo construídos 213 novos hotéis (36.775 UHs) e quem lidera é o México com 89 projetos.

O número total de UHs que estão sendo construídas é de 96.777. Em 2013 serão construídos 120 novos hotéis (18.183 UHs) e para o ano seguinte a região ganhará 170 meios de hospedagem.

As informações são da Lodging Econometrics no qual você pode ver a lista completa.

Read More