Franceses têm dificuldade para acessar mercado de luxo brasileiro

Posted by on Out 2, 2012 in Luxo | 0 comments

O mercado de luxo brasileiro nunca esteve tão em alta. De acordo com matéria da agência Reuters, a França quer investir mais por aqui, mas tem encontrado dificuldades nas barreiras e altas taxas de impostos. Cerca de 40 marcas francesas voltam seus olhos para o Brasil, para o seu crescimento, a progressão de sua riqueza e o gosto de seus consumidores.

O Brasil é hoje considerado o mais promissor dos “Brics” depois da China, de acordo com a consultoria Bain & Co, o mercado de luxo brasileiro é estimado em 2,3 bilhões de euros e registra uma taxa de crescimento anual de aproximadamente 20% há três anos. Ele já é o dobro do mercado indiano, conhecido por suas barreiras regulamentares e infraestrutura precária.

Grandes grifes francesas de luxo estão no país: de Louis Vuitton (grupo LVMH), desde o fim dos anos 1980, a Chanel, passando pela Hermès, que abriu sua primeira loja em 2009, assim como casas claramente mais modestas como a Louboutin ou  Bonpoint.”O Brasil apresenta um potencial muito grande e as marcas francesas fazem bastante esforço para buscar atingir esse crescimento”, ressaltou a delegada geral do Comité Colbert, Elisabeth Ponsolle des Portes, associação do setor que agrupa 75 casas de luxo francesas.

O grande problema enfrentado por essas grandes marcas é basicamente o alto preço que são obrigados a praticar no país. Com os preços até 50% mais altos do que no exterior, em razão das leis alfandegárias e taxas diversas, a clientela abastada opta pela Europa ou pelos Estados Unidos, principalmente Miami, para comprar bolsas, roupas ou calçados.

“O Brasil é um país completamente protecionista, onde é muito oneroso se implantar”, disse Elisabeth.

Leia a matéria na íntegra no site da Reuters Brasil.

Read More

Relatório revela dados do mercado de luxo mundial

Posted by on Set 11, 2012 in Luxo | 0 comments

Foi divulgado nesta semana o relatório “Luxury Market Insight Report 2012“, que traz uma visão abrangente do mercado de luxo mundial. Tópicos como “Indicadores de Riqueza e Luxo”, “Temas Estratégicos”, “Tendências de Marketing”, “Dinâmica da indústria” e “Perfis de Empresas” podem ser encontrados.

O documento dá noções de como o sentimento em relação ao mercado tem melhorado e que o crescimento do mercado  tem sido impulsionado pelo crescimento no Ocidente, embora as regiões da Ásia e Oriente Médio continuem fortes. A Ásia e os Estados Unidos também se destacaram pela forte demanda de luxo.

Trechos do relatório

Outra tendência que continua crescendo e confirma também o padrão de sentimento positivo dos consumidores de luxo são as estratégias em meio digital, assim como o desejo de manter um controle mais rígido das marcas. A novidade é que o relatório apontou como temas emergentes o consumidor masculino e a personalização.

Outras informações sobre a pesquisa no site researchandmarkets.com.

Read More

Responsabilidade Social e o mercado de luxo

Posted by on Ago 30, 2012 in Luxo | 0 comments

A divulgação de práticas de responsabilidade social por parte das empresas afeta os consumidores de luxo? No artigo de hoje o blog traz uma pesquisa realizada pelo Luxury Institute, no qual poderemos entender um pouco mais da relação entre a Responsabilidade Social e o mercado de luxo atual.

Entitulada como “Corporate Social Responsibility: The Wealthy Consumer’s Viewpoint,” (Responsabilidade Social Empresarial: o ponto de vista dos consumidores de alto padrão) a pesquisa revela que a Responsabilidade Social é vista sim como um ponto positivo por consumidores de alto padrão, mas ainda não vale a pena pagar por ela no contexto da economia atual.

O estudo foi realizado com consumidores norte-americanos que ganham pelo menos US $ 150.000 por ano e visava traçar um perfil comportamental das empresas socialmente responsáveis, classificar empresas e divulgar importância das práticas socialmente responsáveis na tomada de decisões de compra no mercado de luxo. Ao fim, as respostas foram comparadas com a mesma pesquisa, aplicada em 2007.

Conclusões da pesquisa sobre Responsabilidade Social e o mercado de luxo

A maioria dos participantes (82%) responderam que enxergam a Responsabilidade Social Empresarial como o comportamento ético com funcionários, clientes e fornecedores. Outro ponto de destaque como componentes essenciais da RSE foram os comportamentos ligados às questões ambientais e ações filantrópicas, representando 58% das respostas.

Quase metade (45%) dos consumidores ricos disseram procurar marcas com altos padrões éticos, mas apenas 39% destes compradores estariam dispostos a pagar a mais por isso. Esse número caiu, se comparado ao da pesquisa aplicada em 2007, quando chegou a 56% . Os consumidores do mercado de luxo também apontaram empresas que julgam ter comportamentos altamente éticos, tais como: Apple, BMW, Coach, Lexus, Mercedes-Benz, Nordstrom, Starbucks e Whole Foods.

As redes sociais mostraram a sua força para influenciar esses consumidores. Enquanto em 2007, 8% dos consumidores de alto padrão diziam se informar sobre o comportamento das empresas socialmente responsáveis através das redes sociais como Facebook ou Twitter, agora esse número saltou para 27%. A forma mais popular desses consumidores se informarem dos esforços em RSE é através de artigos e notícias (52%), mas o número caiu, pois há cinco anos o percentual chegava a 64%.

“Mesmo os consumidores ricos têm enfatizado a responsabilidade social em uma economia que foca todos no preço/valor e nos mantém longe de problemas sociais”, diz o CEO do Luxury Institute, Milton Pedraza. “No entanto, vemos que o luxo e as marcas premium que são socialmente responsáveis estão fazendo o  bem mesmo durante recessões, porque fazer ações deste tipo está dentro de um conceito universal e atemporal.

 

Read More

Conferência Internacional de Luxo

Posted by on Ago 16, 2012 in Luxo | 0 comments

As cidades de São Paulo e Rio de Janeiro recebem a Conferência Internacional de Luxo, “The New World of Luxury”. Iniciada ontem (15) no MUBE – Museu Brasileiro da Escultura – São Paulo, o grande destaque do evento organizado pela Maison de Luxe, é a presença do especialista no mercado de luxo,filósofo francês Gilles Lipovetsky.

Lipovetsky é também autor de livros importantes da área de luxo como “O luxo eterno”, “O Império do Efêmero” e “A Sociedade da Decepção”, livros distribuídos em mais do 80 países, que o tornaram referência mundial no setor de luxo. Além disso, o filósofo que já foi eleito como personalidade da década e foi condecorado com o título de Cavaleiro da Legião de Honra na França.

Na ocasião, os profissionais da área terão à disposição uma programação que pretende abordar temas como: Gestão de fortunas no mundo contemporâneo, Captação e treinamento de profissionais para o mercado do luxo, Perfil do consumidor do luxo no Brasil, Criatividade no luxo, Sustentabilidade e Filantropia no mercado de luxo.

No Rio de Janeiro a programação vai de 21 a 22 de agosto no Teatro Maison de France. Informações: info@maisonduluxeeventos.com.

 

Read More

Faltam profissionais para o mercado de luxo no país

Posted by on Jul 31, 2012 in Luxo | 2 comments

Em recente matéria, o portal UOL entrevistou alguns especialistas na área de recrutamento e seleção de empresas e constatou que faltam profissionais qualificados para o mercado de luxo.

Desde 2010, a demanda por serviços na área de luxo aumentou 50%, como explicou Thais Teperman, headhunter na área de luxo, moda e varejo da empresa de recrutamento Michael Page. E o número só tende a aumentar, já que o Brasil tem se mostrado um mercado promissor na área. Mercado de Luxo no Brasil: crescimento de 60% em 5 anos.

O portal entrevistou também a consultora de imagem, Silvana Bianchini, que listou algumas características-chave que os candidatos a uma vaga no promissor mercado do luxo devem ter. O destaque foi para a sensibilidade na percepção de demandas: “Lidar com cliente de luxo é aprender a ouvi-lo para saber o que é o luxo dele”, revela.

A matéria ainda lista como ideais os candidatos que possuem “curso superior, sabem falar inglês, têm liderança de equipe e visão de negócios. Algumas empresas também valorizam quem tem bagagem internacional, como um intercâmbio”.

Já para a gestora da MCF Consultoria e Conhecimento, Débora Ganbaroni, esses candidatos devem ter experiência, conhecer técnicas de atendimento e ter “obsessão pelos detalhes”. “Ter esse profissional que alie conhecimento teórico e prático é a grande preocupação das empresas.”

Read More